Manta de bebê e outros paninhos que não podem faltar no enxoval

Na hora de preparar o enxoval do bebê, bate aquela dúvida nas mamães e nos papais sobre o que comprar para a chegada do filho. Nesta hora, lembre-se que as roupinhas são fundamentais, mas não esqueça de reservar espaço para a manta de bebê.

As mantas, assim com outros acessórios, fazem parte dos chamados “paninhos do bebê”. São mantas infantis, vira mantas, cueiros e outros itens que são indispensáveis para os cuidados e proteção da criança principalmente durante o primeiro ano de vida.

Por serem altamente versáteis e funcionais, podem desempenhar diferentes aplicações, desde proteção e segurança, passando por limpeza da criança e até mesmo como um “carinho” para o bebê na forma de objetos de transição.

Além das possibilidades de uso, certamente você vai amar escolher as peças para o seu filho. A maioria delas é rica em detalhes e uma fofura por si só.

Podem ser peças lisas, mas há também aquelas recheadas de motivos infantis, como ursinhos, carrinhos, bolas e bonecas e em cores que se adaptam perfeitamente ao tema do enxoval escolhido pela família.

Definido este ponto, sobre o que você quer em relação a cores e motivos, é hora de pesquisar! Há uma infinidade de opções que certamente agradarão mamães e papais!

Para entender os usos e as diferenças entre os tipos de paninhos, confira a seguir algumas dicas do que comprar e como eles podem ser utilizados no dia a dia dos bebês. Lembrando que não há regra e cabe aos pais adaptarem os usos de cada paninho às suas necessidades.

Manta

As mantas figuram como itens básicos no enxoval do bebê e são muito funcionais desde a saída da maternidade. Geralmente são indicadas para os dias frios, por serem mais quentinhas.

A variedade fica por conta dos detalhes e dos tecidos, que podem ser mais pesados, como lã, flanela ou plush, perfeitos para o inverno, ou mais leves, que podem ser utilizados para proteger a criança até mesmo do vento entre uma saída e outra. Algumas opções de mantas vêm com capuz, que ajudam a aquecer e cobrir a cabeça dos bebês.

Abuse das mantas nas saídas de casa e as utilize para envolver os bebês durante os passeios no carrinho ou até mesmo para aquecê-los no carro, quando estão no bebê conforto.

Procure dar preferência para tecidos antialérgicos, para evitar possíveis incômodos, como alergias e irritações na pele, principalmente se eles forem recém-nascidos ou estiverem nos primeiros meses de vida. Em um primeiro momento, procure evitar bordados ou ornamentos presos à manta para a segurança do bebê.

Vira manta

As vira mantas são utilizadas entre o bebê e a manta, para evitar que o tecido da manta, geralmente mais pesado, fique em contato direto com a pele do bebê.

São produzidas em tecidos mais leves e delicados, agradáveis ao toque, e servem para dar mais conforto à criança.

Cueiro

Os cueiros são ideais para as estações mais quentes por serem mais leves do que as mantas. Servem para enrolar o bebê e aquecem assim como as mantas, mas de maneira mais amena.

Antigamente eram muito utilizados para deixar o bebê apertadinho no famoso “charutinho”, em que mãos e pés ficavam presos pelo cueiro para dar segurança à criança.

Saco de dormir

Durante a noite, é comum que os bebês se virem no berço e dificilmente os cobertores amanhecem sobre eles. Para isso, foram criados os sacos de dormir, que “vestem” os bebês como se fossem macacões soltinhos, deixando-os quentinhos a noite toda.

Há opções de tecidos pesados e leves, tudo vai depender do clima. São super práticos e funcionais, pois mesmo que o bebê seja retirado do berço para ser amamentado durante a madrugada, ele permanecerá aquecido pela cobertura.

Toalha fralda

A toalha fralda é muito bacana porque o tecido absorve a água do corpinho do bebê depois do banho mais facilmente do que uma toalha comum, por ser mais fininha, além de proporcionar um toque mais macio à pele do bebê.

Há opções com e sem capuz. As com capuz são práticas porque cobrem a cabeça do bebê enquanto você seca o corpo, protegendo-o do frio após o banho.

Pano de boca

Os panos de boca são essenciais e muito funcionais para as mamães. Servem para diferentes usos, principalmente para limpar o rosto e as mãozinhas do bebê.

A vantagem é que, por serem pequenos, são fáceis de serem transportados. Por isso, tenha sempre alguns guardados na bolsa do bebê para as saídas de casa.

Regurgitador

Esses paninhos foram desenvolvidos para que os adultos possam colocar sobre a roupa na hora de fazer o bebê arrotar. Além disso, por serem geralmente de tecidos leves, são gostosos de tocar e impedem que o bebê entre em contato direto com a roupa do adulto, além de evitar que o bebê regurgite nela.

Fralda de pano

Antigamente utilizadas como fraldas de fato – posteriormente substituídas pelas fraldas descartáveis –, esses paninhos têm ampla utilidade e merecem um espaço no armário do bebê.

Por serem maiores do que os panos de boca, são ideais para se ter por perto em casa, seja para limpar o bebê ou secar o suor do corpinho deles nos dias mais quentes.  

Objeto de transição

Os bebês gostam de se sentir seguros mesmo longe do colo da mãe. Para isso, foram criados os objetos de transição, as “naninhas” ou “soninhos”, como também são conhecidos.

São paninhos para deixar com a criança nestes momentos de separação da mãe. Decorados com motivos infantis, podem levar pequenos adornos, como bichinhos de pelúcia presos a eles. Os tecidos variam, mas geralmente possuem toque aveludado.

Viu como os paninhos são de grande importância para os cuidados com o bebê? Agora que você já sabe as diferenças e para que servem, é hora de sair à procura dos que mais combinam com o estilo da sua família e do seu bebê!

Gostou das nossas dicas? Então assine a newsletter da Mega Loja do Bebê e fique por dentro de todos os produtos necessários para os cuidados com o bebê.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Share This