Como manter a hidratação das crianças no verão?

Durante os dias mais quentes, é indispensável aumentar a oferta de água para as crianças. Se o seu filho pratica atividades físicas, isso é ainda mais importante. Mas a gente sabe bem como é: às vezes é difícil fazer os pequenos tomarem água.

Alguns não têm o hábito ou simplesmente dizem que não gostam. Outros ficam tão entretidos brincando que nem lembram. Mas, papais, não se desesperem! Listamos algumas dicas para ajudá-los a manter a hidratação das crianças. Olha só!

Por que é importante manter a hidratação das crianças?

No verão, como transpiramos muito em função do sol forte e das altas temperaturas, nosso corpo perde uma quantidade maior de líquido e sais minerais. No caso das crianças, esse processo de perda acontece ainda mais rápido. Isso porque a água representa 75% da massa corporal dos pequenos.

Portanto, quanto menor a idade, maior a necessidade de líquido. A atenção deve ser maior para os bebês. Como ainda não falam, os pais é que devem lembrar de oferecer água diversas vezes ao dia.

Geralmente, a desidratação é resultado da falta da ingestão de líquidos, associada a problemas como intoxicação alimentar ou então simplesmente pelo aumento da transpiração. Além do suor e da salivação, quadros de vômito e diarreia são mais frequentes nas crianças, o que também prejudica a hidratação.

Qual é a quantidade ideal de líquido?

Para não errar na quantidade, faça sempre a seguinte conta: 100 ml de líquido para cada quilo. Portanto, se o seu filho pesa 9 quilos, o ideal é que ele consuma, em média, 900 ml por dia. Mais uma dica importante é não esperar seu filho ter sede e pedir água, ofereça antes! A sede é um sinal de que o nosso corpo já está em processo de desidratação.

Quais são os sintomas da desidratação?

Existem diferentes graus de desidratação: leve, moderada e grave. A medida em que o quadro avança, os sintomas se tornam mais intensos. Por isso, o mais importante é saber identificar os primeiros sinais e buscar ajuda médica o mais rápido possível.

Primeiros sinais

  • volume menor de urina;
  • diminuição da frequência urinária;
  • choro sem lágrima;
  • temperatura do corpo mais elevada;
  • cansaço;
  • pele seca;
  • boca seca;
  • olheira ou olhos fundos;
  • irritabilidade;
  • moleira aprofundada;
  • dores de cabeça.

Quando a desidratação já está em um estado mais avançado, a criança também pode apresentar vômito e diarreia, com sangue nas fezes. Em um determinado momento ela já não urina mais, pode ter perdas de consciência, convulsões ou até mesmo uma parada cardiorrespiratória.

O que oferecer para o meu filho?

Você viu como é importante mantê-las sempre bem hidratadas? Para ajudá-lo, reunimos abaixo as opções de bebidas que mais hidratam. Aposte na variedade, mas lembre-se, nunca deixe a água mineral de lado, principalmente no verão.

Água mineral

A água mineral, sem dúvida, é a melhor forma de manter a hidratação das crianças. Apenas bebês que mamam no peito não necessitam de água. Porém em todos os outros casos, a dica é oferecer diversas vezes ao dia, em pequenas quantidades e sempre fresca.

Acostume seu filho a tomar água. Os pais é que são os responsáveis por introduzir esse hábito na vida da criança. E a regra é oferecer diversas vezes, incansavelmente.

Água de coco

Depois da água mineral, a de coco é, sem dúvida, a melhor opção! Isso porque, além de hidratar, ela é rica em minerais, como o potássio. Prefira sempre águas 100% naturais, extraídas direto do coco e sem adição de sódio.

Suco natural

Uma boa alternativa são os sucos. Tenha preferência pelas frutas que contenham bastante água. A melancia, o melão, a laranja e o abacaxi são as mais indicadas. Opte por sucos naturais e feitos na hora, assim você evita a perda de nutrientes.

Ah, e sem adição de açúcar! Se não for possível fazer, prefira os sucos orgânicos e integrais. Leia sempre o rótulo! Quanto mais natural e sem corantes, adoçantes e conservantes, melhor!

Picolés de frutas

Uma outra ideia interessante e que costuma chamar a atenção das crianças são os picolés caseiros. São simples, rápidos e bem fáceis de fazer. Basta congelar o suco natural da fruta em forminhas próprias para picolés ou saquinhos. As crianças adoram!

Esse é um jeito divertido e gostoso de manter a hidratação. Experimente também misturar as frutas, como laranja e mamão ou morango e melancia. É só usar a criatividade.

Leite

O leite alimenta, é uma das principais fontes de cálcio e também hidrata, principalmente o leite materno. Se a criança ainda mama no peito, não necessita de água. Nos dias mais quentes, basta oferecer o leite materno com mais frequência. No caso das fórmulas infantis e leite de vaca, apesar de também hidratar, não substituem o consumo de água.

Meu filho não quer tomar água, e agora?

Quanto maior a criança, mais difícil será ensiná-la a tomar água. Por isso, é muito importante incentivá-la desde cedo. Porém, se o seu filho já está mais grandinho e não quer saber de tomar água, uma dica bacana é oferecer, por exemplo, água de coco e, aos poucos, substituir por água. Você também pode investir em águas aromatizadas, adicionando folhas de hortelã, gotas de limão ou pedacinhos de frutas.

Experimente também comprar uma garrafa diferente só para água. Deixe ela sempre cheia e ao alcance das mãozinhas. Aquelas coloridas e com canudos diferentes, são mais atrativas e ajudam a estimular o consumo.

Além disso, uma das melhores maneiras de fazer com que seu filho tome bastante água é dando o exemplo. Faça questão de mostrar esse hábito às crianças. Elas aprendem muito por repetição. Além disso, explique sempre a importância de manter o corpo bem hidratado. Fazer analogias usando plantinhas ou então contando uma história é sempre mais interessante e instigante para os pequenos.

Por fim, não deixe de complementar a hidratação das crianças com uma alimentação saudável e bastante variada. Elas estão em fase de crescimento e a ingestão de alimentos ricos em vitaminas é essencial.

O que você achou das nossas dicas? Não esqueça de deixar um comentário aqui embaixo falando sobre sua experiência ou dando dicas que funcionem aí na sua casa! Ajude você também a manter as crianças hidratadas!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Share This