Almofada para amamentação: conforto para o bebê e a mamãe

Na hora de montar o enxoval do bebê, toda mãe, principalmente a de primeira viagem, quer fazer o melhor. A decoração do quarto é pensada com todo o carinho e cada detalhe é muito importante. Cores, tamanho de roupas para cada fase, a composição do quartinho, a banheira, a bolsa e o carrinho de passeio, as lembrancinhas para as visitas: tudo é milimetricamente analisado.

E, quando o bebê finalmente nasce, é hora de se adaptar à nova rotina e focar nos cuidados e na amamentação. E, na maternidade real, aquela sem idealizações e perfeição, esta é uma fase delicada.

Nem todas as mulheres tem facilidade para amamentar, seja por causa da pega errada do bico do seio, pelo bebê; pela demora na descida do leite; ferimentos e rachaduras na auréola; leite empedrado ou por falta de prática, na hora de posicionar a criança. Por isso, é preciso paciência e conforto, para passar por este período de adaptação com tranquilidade. E você sabia que existe uma almofada para amamentação? Ela pode ser uma boa aliada, para o seu conforto e do seu bebê.

O que é a almofada para amamentação?

A almofada para amamentação é um travesseiro pensado especialmente para as mamães e os seus bebês. Ela possui dois modelos: um, com o enchimento em forma de U, e o outro, com o formato de meia lua.

Com esse item tão simples, é possível solucionar o desconforto causado pelo posicionamento, durante a amamentação.

Quais vantagens o uso proporciona?

Por proporcionar uma distribuição ergonomicamente correta, a almofada para amamentação ajuda a diminuir o cansaço e as tensões musculares dos braços, nuca e ombros, causados pela inclinação incorreta e pelo peso do bebê, que aumenta conforme o seu desenvolvimento. Além disso, a espessura da almofada permite deixar o bebê a uma altura superior à do mamilo, o que facilita a sucção e provoca menos dores para a mãe.

E se você pensa que ela serve só para a hora de amamentar, vamos te apresentar outras formas de uso.

Como utilizar a almofada para além da amamentação

Também é possível utilizar a almofada para amamentação de outras formas. Veja alguns exemplos:

  • ajuda a grávida, no final da gestação, a encontrar uma posição melhor para dormir, diminuindo as dores que podem surgir nos ombros, braços e no pescoço;
  • após o parto cesariana, seu uso diminui a pressão sobre o abdômen, tanto na hora de amamentar, quanto para deitar;
  • nos primeiros meses do bebê, ela também serve para deitá-lo, proporcionando uma posição confortável e segura, prevenindo quedas e movimentos bruscos;
  • mais para frente, ela serve para treinar o equilíbrio de bebês que estão aprendendo a sentar. Para isso, é só posicionar a almofada em volta da cintura da criança, para que ela ganhe mais sustentação.
  • ficar de bruços é importante para que o bebê se desenvolva e fortaleça os músculos do pescoço, para que consiga rolar, empurrar e se levantar. Por isso, se ele ainda tiver dificuldades, é possível utilizar a almofada para amamentação como um encosto.
  • quando debruçado sobre ela, o bebê aprende a coordenar os movimentos dos braços e pernas, fortalece os músculos, e desenvolve mais habilidade para engatinhar.

Um pouco mais sobre o uso na gestação

Todo mundo, quando vê uma grávida, diz a ela para aproveitar para dormir bastante, antes do nascimento do bebê. Mas a barriga, no final da gestação, pesa e provoca alguns incômodos físicos. O que faz com que, na hora de dormir, encontrar uma posição confortável seja difícil.

Mas com a almofada para amamentação é possível trazer mais tranquilidade para as noites de sono. Para isso, deite de lado, pois é a forma mais cômoda para as grávidas. Assim, todo o peso da barriga fica apoiado no colchão. Já de lado, encaixe a almofada entre as pernas.

Na hora de se sentar, você também pode colocá-la atrás das costas, para ter mais conforto à coluna.

Na hora de amamentar

Para amamentar, há várias formas de uso e não há uma mais adequada. Desde que ela seja confortável tanto para a mãe, quanto para o bebê, está tudo resolvido. Mas, para auxiliar, abaixo estão as maneiras mais utilizadas.

  • Posição de berço: sente-se, coloque a almofada para amamentação sobre o abdômen e segure o bebê, apoiando-o com o antebraço na posição horizontal.
  • Segurando com os dois braços: esta posição é parecida com a anterior, mas, como o próprio nome diz, em vez de apoiar o bebê no antebraço, segure-o como se estivesse abraçando, mantendo-o apoiado na almofada.
  • Sentada, com o bebê contrário ao seu corpo: aqui a almofada deve ficar apoiada na cama, por exemplo. Sentada, de forma mais lateral, coloque o bebê sobre a almofada para amamentação de frente para o peito, com as pernas debaixo de um dos braços.
  • Deitada: deite de lado, sobre a cama, e coloque o bebê de frente para o seu corpo. Para facilitar a sucção, a criança deve ser deitada em cima da almofada.

Qual o modelo ideal?

Em relação ao tamanho, é preciso considerar o objetivo da mãe. Se ela pretende utilizar a almofada também para conforto, na gestação, a almofada em formato de U é a mais indicada. Em relação ao material da capa, é preciso observar se ela pode ser retirada para a lavagem, pois é possível que se suje com facilidade e, também, é necessário mantê-la livre de poeiras e outras sujeiras ambientes. Para o tecido, a indicação é de que seja 100% algodão, para evitar possíveis alergias. O material também deve ser respirável, para evitar que esquente e cause suores.

Com todas estas formas de ser utilizada, a almofada para amamentação já pode entrar para a lista do seu enxoval como um utensílio que não vai ser deixado de lado tão cedo.

No nosso site, você pode conferir vários modelos de almofada para amamentação. Aproveite para encontrar a que melhor te atenda. E se você já tem a sua, apresente esta maravilha para as suas amigas.  

Gostou das nossas dicas? Receba novidades em primeira mão, direto no seu e-mail, assinando a nossa newsletter. 

Comments (1)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Share This